Padrões de beleza! Até quando?

10 de agosto de 2017

(Imagem de fundo/ Reprodução. Todos os direitos reservados)

Eu nunca tive vontade de ser modelo. E sempre fui contra esse tipo de coisa, já que para poder fazer parte disso, costumam te cobrar um  padrão que sou totalmente contra. Aquela coisa de corpo perfeito, altura ideal, nenhum tipo de estria, celulite, espinha, cravo...enfim. É uma espécie de Photoshop real, mas não é só clicar ali, tirar uma espinha, aumentar os seios e afinar a cintura, é muito mais do que isso, porque pra conseguir manter e ter esse corpo, essa aparência perfeita, é muito mais complicado do que aparenta.

"Cabelo loiro, seios pequenos, a Tv diz que quanto maior, melhor. Praia do Sul, sem açúcar a moda diz
que mais magra é melhor...Penteie o seu cabelo, corrija os seus dentes. O que você veste é tudo o que importa"


Esses padrões de beleza existem desde o período renascentista, já que esse período foi marcado por grandes obras de artes religiosas. Mesmo que as pessoas saíram daquela ideia do teocentrismo, e passaram para o antropocentrismo, muitos artistas pintavam não só os homens, mas sim diversas obras religiosas também, como o Michaelangelo que foi o ícone desse período. Dessa forma, a Virgem Maria foi uma musa para os artistas, apresentando esse tipo de estética que encontramos atualmente. Logo, no decorrer dos anos, os artistas foram pessoas com esse tipo de padrão, influenciando milhões de pessoas a quererem ser assim, tanto é a Marilyn Moure é um bom exemplo disso.

( Imagem/ Reprodução. Todos os direitos reservados)

A ideia de estética não é só dura com quem faz parte dela, com quem se envolveu com ela, mas sim com todo mundo que está fora disso. É uma verdadeira bola de neve de descriminação e exclusão social. Podemos destacar que raramente nos deparamos com pessoas acima do peso e negras em uma passarela, porque essas pessoas não se encaixam dentro desse padrão, o que é totalmente injusto, pois todos deveriam ter o mesmo direito de exercer uma profissão independente de qual área for, e principalmente da cor da sua pele ou do modelo do corpo.

Outro fator existente é que quando falamos desse meio, a presença da mídia passa para a sociedade que necessitamos ter esse tipo de corpo, frustrando milhões de pessoas que passam a vida toda tentando chegar a perfeição, algo totalmente inalcançável.

"A beleza machuca ,evidenciamos o que temos de pior. A perfeição é a doença da nação"

Nos últimos dias eu fui convidada para participar de um processo para trabalhar como modelo, apesar de mais uma vez ser totalmente contra esse sistema eu resolvi aceitar por mera curiosidade, sem interesse em ingressar nessa área. Nunca me senti tão ofendida e descriminada, encontrei pessoas esnobes que desfazem de pessoas de classes baixas assim como eu. E no final disso tudo, buscavam apenas empurrar mercadorias fúteis assim como diversos lugares fazem.

(Dados feito pela Dove)

Aqui no blog às vezes escrevo sobre as tendências, moda, um tipo de look específico,porque sei que tem muitas pessoas que gostam de acompanhar e seguir e não tem nenhum problema com isso. Mas a partir do momento que me deparo com qualquer tipo de descriminação eu luto por vocês, porque sou humana como vocês, não importa as nossas diferenças físicas ou mentais, somos feitos da mesma matéria.

Não se deixe envolver por padrões insignificantes que a sociedade coloca na cabeça de vocês, ninguém precisa disso, muito menos se torna superior por isso.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Brenda Caroline - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Brenda Caroline.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo