O que aconteceu com a gente?

19 de junho de 2017



A gente só falar de amor. Sendo mais especifica, estou dizendo daquele amor entre casais, aquele cara que nos deu um pé na bunda, ou que a gente se relacionou e não deu certo, aquela dor insuportável que ele me causou e parece não ter fim. A gente só fala de amor. Amor entre casais. Mas dessa vez é diferente, sente-se, pegue uma xícara de café, se enrole no edredom, se aconchegue, clica no play e me escute...Eu quero falar de amor entre amigos. 

Eu pensei que existia algo de errado comigo. Eu realmente pensei que eu não sou uma garota digna de ter boas amizades, porque parece que, todas aquelas pessoas que eu quero levar para minha vida simplesmente desaparecem, desaparecem quando você mais precisa delas, quando mais você quer ter elas na sua vida. 

Será que o problema é meu? Será que eu fiz algo de errado? Será que não estou sendo uma boa amiga? As pessoas entram na nossa vida e sai tão rápido, sem avisar, que faz com que a gente fique com desespero, fica com medo, medo de perde-las. Medo de conhecer alguém novo e esse alguém for embora. Medo de vacilar. Medo de curvar naquela linha reta, medo de estragar tudo. E mesmo tentando, se esforçando para que os laços não se separem, e que não se torne uma boa lembrança, eles se vão, e você não pode fazer mais nada a não ser aceitar.

Eu amo os meus amigos. Amigos que não diriam o mesmo sobre mim, mas eu os amo, e odeio amá-los. Odeio tanto porque os coloco na frente de tudo, me entrego, me preocupo e me desabo quando estão ausentes.  Doí tanto olhar pra vocês e lembrar que um dia fomos tão próximos, um dia dividimos os nossos maiores segredos, e agora, vocês não estão mais aqui, parece desconhecidos, parece que nunca os conheci. 

As vezes a gente dá uma importância muito grande por pessoas que parecem não fazer o mesmo por nós. Talvez, porque esperamos que eles carreguem uma carga por nós, que talvez, não dão conta de carregar. Não os culpo por isso. É só um péssimo hábito de achar que as pessoas deveriam fazer o que fazemos por elas. 

Enfim, aqui estou eu escrevendo sobre algo que não queria escrever,  queria que esse fosse um texto fofo falando o quanto nossa amizade cresceu e estamos juntos nessa caminhada. Queridos idiotas, eu odeio imensamente vocês por amar tanto e sentir tanto as suas faltas Eu sinto muito por não ter uma continuidade feliz como imaginei que teria, mas sinto mais, por vocês não terem mais uma amiga tão boa como seria. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Brenda Caroline - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Brenda Caroline.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo