Livraria

2 de abril de 2016

Pode me emprestar a chave do seu carro? Quero fugir para um lugar onde não ser encontrada. Passe-me uma boa cerveja, quero que o álcool penetre no meu corpo até sugar toda minha alma para que minhas lembranças desapareçam. Não voltarei mais essa noite, estou a procura de um casulo. Deixe-me brincar. Vamos voltar a ser criança novamente, mas prometa que será pique esconde, vou me esconder como ninguém. Ou quem sabe policia e ladrão, acredite sou o ladrão nessa história fugindo para um lugar em que me deixem em paz. 
Seria muito incomodo se atirasse em sua garganta? Não sei se funciona, só quero que perca a voz para não ouvir mais seus ruídos. Andarei pela cidade até procurar um lugar que me tranquilize, a ponto de esquecer todos os meus pensamentos abandonados e tristonhos. Criarei minhas histórias. Conhecerei pessoas de quatro cabeças que saberão voar sem asas. Não quero fazer parte de um mundo normal, quero fugir das violências e construir um lugar calmo e sombrio. Como a noite estrelada. 

Noites sem dormir, passos para lá e para cá passando nessas ruas imundas de arrogância. E então encontro o lugar tão esperado, onde consegui fugir de todos os meus pesadelos. Sinto cheiro de novo misturado com velho. Vejo o sol nascente refletindo no vidro das janelas manchadas de polegares. A cada piscada dos meus olhos vejo um grande mundo construído pelos sonhos. E ao meu redor vejo o brilho do olhar de cada pessoa, fazendo aquela viagem fantástica ao entrar em um portal diferente. Espirro ao ver aquela estante poeirada. E depois de tanto tempo observando e analisando em qual lugar devo entrar chego a uma conclusão. Seguro o mundo em minhas mãos. E por fim, sento naquela cadeira de madeira rabiscada. Respiro fundo e entro em um mundo fantástico no qual irei fazer parte. 

Encontro uma menina tão perfeita com asas. Pena que não posso toca-la. E vou analisando cada passo da vida dela. Como se fosse seu anjo da guarda ou talvez alguém querendo espiona-la. Descobri lugares incríveis que nunca vi. Pessoas tão legais e amigáveis que aquela garotinha adora. E tanta gente tentando fazê-la mal e ela sem nem se quer perceber. Gostaria que ela pudesse me ouvir para poder avisa-la de todo aquele mal que está por vir. Os dias se passam e mais uma vez volto naquele lugar tão desejado. Com aquelas mesmas coisas que eu estou acostumada a observar. Aquelas pequenas expressões no rosto das pessoas ao descobrir uma nova coisa. Entreguei para aquela mulher de cabelos claros aquele mundo no qual havia aquela linda menina que havia conhecido. E então estava preparada para entrar em uma nova fantasia.

2 comentários:

  1. nossa que texto mais lindo!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  2. Amo viajar no mundo da fantasia!
    Voar sem asas ... É o que mais faço!
    Bjkas

    Blog da Polli

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Brenda Caroline - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Brenda Caroline.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo