Resenha: Venutti Luminous Curls

26 de julho de 2017



No segundo dia da Professional Fair, eu tive o prazer de conhecer a marca Venutti cosméticos, que é uma empresa que está no mercado desde 2009, que busca não só trazer satisfação aos clientes, mas autoestima e bem estar.  Primeiro já queria destacar que amei o atendimento deles. me trataram com muito carinho e isso já me impressionou, mesmo que acabou rolando uma confusão no dia já que eu tinha que ir lá e uma mulher acabou confundindo, eu achei que as pessoas que realmente me atenderam me trataram super bem. 

A Venutti possui várias linhas para diversos tipos de cabelos, inclusive para cabelo cacheado, que é a linha Luminous Curls, no qual me disponibilizaram para testar, então hoje eu vim aqui falar o que eu achei dos produtos. 

"A linha é perfeita para todos os tipos de cachos. Luminous Curls da Venutti proporciona maciez, sedosidade e controle absoluto do frizz por mais tempo. É ideal para os cuidados diários e finalização perfeita para cachos deslumbrantes. Enriquecida com nano aminoácidos devolve a hidratação e elasticidade dos fios e melhora a durabilidade e definição dos cachos." 

Para começar, o shampoo promete limpeza suave, hidratação, modelagem dos cachos, brilho e maciez. Primeiro eu já gostei do fato de que como o meu cabelo é cacheado e muito cheio, sempre preciso utilizar uma grande quantidade do produto para que ele fique bem limpo,  e nesse caso eu não precisei, já que ele limpa bem sem precisar de muita quantidade. 



"O Shampoo Cachos limpa os fios sem agredir a fibra capilar, ativando os cachos com brilho e maciez."

Minha raiz ficou bem macia, o que me fez apaixonar ainda mais pelo produto.  E além disso percebi que o meu cabelo ficou com um brilho natural.  O meu cabelo é bastante cacheado então ele geralmente se encontra modelado, devido a isso não consegui reparar tanto se ele ficou mais modelado, porque ele já é naturalmente.

O Shampoo tem um cheiro muito gostoso, o que é muito bom porque consegue deixar seu cabelo cheiroso por um bom tempo. O cheiro não é aquela coisa forte e enjoativa, é bem agradável. Então no geral, eu achei muito bom o shampoo e super recomendo.


"A Máscara Cachos é uma máscara capilar que preserva a fibra capilar com uma película protetora e de brilho ao mesmo tempo em que amacia e conserva a umidade no interior do fio. Com isso, os cachos ficam mais definidos ao longo do dia."

A máscara ela é super consistente, o cheiro dela já é um pouquinho mais forte que o do shampoo, me lembra o cheiro de um perfume, mas que não vou conseguir lembrar o nome. Ela deixa o meu cabelo bem macio, o que é muito legal porque na hora de desembaraçar fica super fácil já que ao aplicar ela já tira uma boa quantidade do nó.  A única coisa que não gostei muito, foi que parece que ela vem uma menor quantidade no pote, talvez seja porque a tampa dela é bem grande e ai da a impressão que tem muito produto.

No geral, também gostei bastante da máscara, ela deixa maciez e brilho.

Então foi basicamente isso que achei dos produtos da Venutti, eu gostei bastante deles, e super recomendo, alguém já testou também os produtos da Venutti? Me conta nos comentários!  

Escritores Nacionais- Ela, a fiel companheira.

25 de julho de 2017


(Imagem/Reprodução) 

Olá meus amores! Para quem não sabe eu estou com um novo projeto aqui no blog! No qual toda semana, na terça feira, vou postar um texto de vocês! Vou explicar melhor. Eu sou apaixonada por crônicas, poemas... e vejo muitas pessoas talentosas, mas que infelizmente não são tão conhecidas assim, então para da um empurrãozinho e incentivar a literatura brasileira, vou está postando o texto dessas pessoas. Então se você escreve, está super convidado a postar aqui também. Me mande por e-mail seu texto e logo vai está aqui!



Então o primeiro autor que vai aparecer aqui com a gente é o escritor e poeta Rui Sampaio. Ele escreveu o livro "O Poeta Amargo", que inclusive a poesia que vou deixar aqui para vocês lerem faz parte desse livro. Para quem quiser saber um pouco do livro segue a sinopse abaixo:

"A poesia pode ser uma forma de expressão, uma maneira de enunciar-se, de vomitar o que se sente, pode também ser um fingimento, uma vontade de sentir algo ou de fugir de si mesmo, pode ser algo que lhe acalma, que lhe anima, que limpa a alma, pode ser uma necessidade, uma maneira de expurgar a dor, a raiva, de aliviar o coração e falar com rimas quando o momento pede que se cale, quando você não pode gritar. A poesia pode ser algo belo que você deseja escrever porque está apaixonado ou simplesmente porque acordou feliz, pode ser uma forma de gratidão e de conectar-se com o divino, poesia também pode ser crítica social, uma forma de protesto, de reflexão, pode ser liberdade, uma maneira de dizer o que é preciso, de falar sobre tolerância, sobre justiça, sobre as mazelas humanas, sobre sociedade, consciência e evolução, poesia é arte e também filosofia, afirmação e negação. Nesta obra o “poeta amargo” faz tudo isso, usa a poesia de várias maneiras e com vários objetivos, de forma a eterniza-se em cada alma que se identifica com seus versos ou que nela encontra inspiração e motivação para a vida."


Para quem se interessou no livro ele já tem a pré venda no site da Editora Buriti.

Agora chega de enrolação e vamos a poesia maravilhosa que ele escreveu, que se chama
"Ela, a fiel companheira."

Quem há de entender minha amiga?
Quem há de acolhê-la?
De fazê-la sua companheira?
Quem dela não terá medo?
Eu já não tenho receio
Em aceitá-la.
Não, não falo da morte
Para alguns o vocábulo até se aproxima
Antes eu a chamava falta de sorte
Agora é o prazer da minha rima
Minha simplória poesia
Já não rejeito nada do que vem dela
Sem magoas, sem lamentos
Sem injurias, sem medos
Eu abracei a solidão
Segurei na sua mão
E dancei com ela.

Cuidado com a Sansa!

24 de julho de 2017


(Imagem: Reprodução) 

Agora que finalmente saiu a 7 temporada de Game of Thrones, só consigo ver publicações sobre a série e diversos spoilers. Mas confesso que eu sou uma dessas que está compartilhando. Por incrível que pareça eu nunca fui fã de séries desse gênero, mas por curiosidade eu comecei a assistir há uns 2 meses e simplesmente me apaixonei. 

Se você nunca viu a série, resumidamente, ela conta a história de um lugar que possui sete reinos e uma pessoa no caso o rei, é dono desses sete reinos, aquele que senta no famoso trono de ferro. Existem famílias importantes na série como os Stark, Lannister, Targaryen, e durante toda a série você verá uma grande disputa entre essas famílias e a grande guerra para saber quem será o rei ou rainha do trono de ferro. 

Agorase você também é fã de Game Of Thrones, está no lugar certo, porque hoje eu vim te contar algo que nem todo mundo está observando, a Sansa Stark.

Durante toda a série a gente conhece a Sansa como uma mulher um pouco quieta, inocente, lerda, são vários adjetivos que podemos dar a personagem. Mas vamos parar para analisar, o jeito de cada personagem tem um motivo, inclusive o dela. No decorrer dos episódios, Sansa foi a única Stark que permaneceu no mesmo lugar, sem objetivos, sem metas, e sofrendo muito já que, ela foi esposa de Joffrey e além de tudo do Mindinho. 

Durante as 6 temporadas  não vimos muita coisa vindo de da Sansa, mas querendo ou não, ela passou por várias coisas, com várias pessoas um pouco inteligentes, inclusive a Cersei. E desde a 6 temporada o comportamento dela está um pouco diferente.

No primeiro episódio, Sansa começa a dar uns puxões de orelha em Jon, até que ele começa a reparar e fala, "-Parece que você a admira"[Cersei] e então Sansa responde, "-Aprendi muita coisa com ela." 

Ou seja, parece que Sansa guardou tudo aqui que aprendeu para colocar em prática quando tiver oportunidade.

Sansa já começou aos poucos a questionar as estratégias de Jon e ficar cada vez mais interessada em comandar e ajudar ele, mas então no segundo episódio da 7 temporada, Jon passa o seu poder para ela, já que Daenerys havia o chamado para encontrar com ela, então ele delega sua função a Sansa até retornar .Será que esse vai ser o momento ideal para Sansa utilizar suas anotações?

(HBO/Reprodução)
E agora, algo que nem todo mundo reparou, mas Sansa está utilizando o cabelo igual Cersei, acredite isso não é coincidência. A própria Sophie Turner (Sansa) falou sobre a importância dos penteados que ela usa na série no Rafinery29.


"Nunca é aleatório. O cabelo de Sansa reflete as pessoas com quem ela está aprendendo, quem ela está imitando ou de quem está buscando inspiração. Quando ela é prisioneira de Cersei e está meio que absorvendo todas as suas técnicas de manipulação, isso se reflete em seu penteado, e quando ela encontra um pouco de Margaery em si mesma, usa um penteado como o de Margaery."

Opa, parece que nem tudo por aqui é coincidência! Será que aquela moça boba vai poder mudas as coisas e passar a ser uma das personagens mais fodas da série? Talvez uma mini Cersei? Ou quem sabe definitivamente ela não vire a nova rainha do norte? O que você acha disso? Deixe suas impressões sobre a personagem nos comentários!

Seja Humano! Percepções sobre a favela

22 de julho de 2017


A formação das favelas se iniciou após a Guerra dos Canudos, em 1896-1897, quando alguns soldados, ao retornarem ao Rio de Janeiro, deixaram de receber e então começaram a se instalar em alguns morros da cidade. Além disso, o surgimento aconteceu devido a industrialização que se concentrava nos centros, e o trabalho humano foi sendo substituído por máquinas. Dessa forma, não havia empregos o suficiente para a população e então as pessoas começaram a se instalar na periferia. 

Favela é uma habitação precária sem infraestrutura que existe há anos. Infelizmente as percepções sobre essas pessoas que se encontram na periferia e esse espaço, sofrem inúmeros preconceitos, já que parte da população enxerga o subúrbio como um lugar repleto de violência, drogas, pessoas ruins, coisas ruins, e assim por diante. Mesmo hoje nos deparamos com diversas pautas e documentários sobre a favela, a ideia de que isso seja um lugar ruim, ainda passa na cabeça das pessoas, e raramente encontramos pessoas que estão dispostas a de fato ajudar e entender como é viver na periferia. 

Uma das coisas que estou acostumada a escutar, são deboches sobre essa região.  De pessoas falando sobre "ser roubados", de que "bandidos devem ser mortos", "que as pessoas tem a escolha de não entrar na criminalidade" e se desenvolver profissionalmente e como pessoa. Mas é tão simples falar quando a gente realmente não conhece, não vive isso.  As pessoas que moram em periferia, querendo ou não, são expostas ao crime e a violência e são influenciados a fazer isso, mas mesmo assim encontramos inúmeras pessoas que não se evolvem. Porém é de extrema relevância, pautar que há falta de recursos, que são importantes para que as pessoas saem dessa situação e se desenvolva.



Um exemplo da ausência de recursos é a questão da educação. Atualmente se você não tem educação, você não consegue se desenvolver, e cada dia que passa as organizações te cobram mais, e mal te remuneram.  As escolas públicas tem um ensino muito precário, principalmente as escolas que estão localizadas na periferia. Porque muitos professores não estão preocupados se você está entendendo ou não e sim em te empurrar de ano, para que diminua o índice de analfabetismo no Brasil. Nessas condições muitas pessoas fazem um ensino médio sem saber nada, o que torna mais difícil a ideia para alguém conseguir sair daquela situação.


Outro motivo é que muitos jovens não estudam para trabalhar e ajudar a sustentar a família, já que mal ganham um salário mínimo e que mesmo assim não é suficiente para se estabilizar. 

Dentro do Marketing, temos o Marketing Pessoal, que é a sua divulgação de imagem. No qual fala que precisamos ter uma boa imagem para conseguir entrar em uma empresa e entre outros fatores. Quando vamos em uma entrevista de emprego, as pessoas falam para nós usarmos "polo", e ir bem arrumado, etc. Sabe por quê pedem isso? Porque as empresas te contratam mais pela sua imagem do que pelo o tanto que você sabe e o tanto que está dedicado. E como os "suburbanos" se encaixam nisso?  Porque não possuem condições para comprar "bons panos", e mal tem um ensino médio, uma empresa raramente vai contratar alguém nessas condições. 


Citei alguns motivos que mostram o quanto é difícil para pessoas que moram na periferia se desenvolverem. Que não é tão simples sair dali e se estabilizar. Mas além desses fatores não podemos esquecer o quanto é complicado viver na periferia já que não possui infraestrutura. Encontramos lugares que mal possuem acesso a água, rede de esgoto e luz (Saneamento básico). Por exemplo, de acordo com o Instituto Trata Brasil, quase 100 milhões de pessoas estão excluídas de serviço de coletas de esgoto e mais de 35 milhões de água tratada.
E por fim, além desses fatores que citei, e outros inúmeros que encontramos, não podemos esquecer que as pessoas são vítimas de deboches em centros. Não são bem vindas em certos lugares, e muitos chamam-os de "bandidos" sem ao menos os conhecer, só pela roupa que usam, as gírias e a cor. 



O que você faz para mudar isso? O que você faz para ajudar as pessoas que se encontram nesses lugares? Você faz a sua parte? Ou apenas dá "concelhos" para que saiam dessa vida e se desenvolvam? 

14º Professional Fair- Segundo dia

19 de julho de 2017

Dia 10, na segunda feira, rolou o segundo dia da Professional Fair, e mais uma vez eu pude comparecer e anotar as novidades para vocês. Confesso que o segundo dia de evento foi bastante cansativo, já que andei a feira toda, passando por vários estandes, mas no final disso tudo eu tive o prazer de conhecer marcas incríveis, no qual algumas delas se tornaram parceiras aqui do blog! 

Se você que chegou por aqui agora e não faz ideia do que estou falando, calma. Tem um post que contei sobre o que é a Professional Fair e sobre o primeiro dia de evento. 

Bom, para começar assim que cheguei na Feira eu já fui surpreendida já que o cabeleireiro Mendonça Xavier tinha me convidado para cortar o meu cabelo e fazer um penteado! Mas calma, foi só as pontas! Ele usou uma técnica muito legal, que tira os quebrados e as pontas duplas, mas não tira o comprimento do cabelo. Isso não é incrível? Para quem tiver curiosidade de conhecer um pouco mais o trabalho dele, ele tem um Instagram que mostra.

A primeira marca que tive o prazer de conhecer foi a Venutti, eu fiquei encantada com o atendimento da Venutti, as mulheres que me atenderam me tratou com muito carinho e fiquei muito agradecida por isso. A marca tem várias variedades de produtos, com linhas para todo tipo de cabelo, inclusive para cabelo cacheado, Luminous Curls, no qual me disponibilizaram o shampoo e a máscara que já estou encantada. Estou testando e logo vai ter resenha aqui no blog. 

Ultimamente eu estava louca para testar novas marcas de esmaltes, já que estava a procura de alguma que secasse rápido e tivesse uma pigmentação boa. E eu também tive o prazer de conhecer a marca Cuccio Pro. Fiquei muito feliz já que me disponibilizaram dois esmaltes da marca, na cor que eu escolher, e é claro eu escolhi um vermelho, e um tom de azul com brilho. Eu já testei, mas depois vou fazer uma resenha explicando certinho o que eu achei.

Acho que a maioria de vocês já devem conhecer a marca Koloss, que é uma marca de maquiagem bem legal e bastante conhecida. A Koloss marcou presença na Professional Fair esse ano, e é claro, que eu não deixei de ir lá visitar o estande. A marca tem bastante variedade de produtos e eles também me disponibilizaram alguns dele, sendo um blush, coral médio, uma sombra cinza, cor 207 e um esmalte lindo, metálico. 


Outra marca de maquiagem que eu também visitei, foi a Griffty. Eu já começo falando que adoro os produtinhos dessa marca. Porque além de ter preços super acessíveis, eles são muito bons, pois possui uma ótima pigmentação. Ano passado eu tinha comprado um blush na própria Professional Fair, laranja, que é minha cor preferida para blush, e eu tenho ele até hoje, sendo que uso ele todos os dias. Como ele é um blush bastante pigmentado, da para usar em pouca quantidade e acaba durando bastante. A Griffty esse ano me deu um batom matte, uma batom cintilante rosa, cor 60, um blush, cor 03 e um pincel de blush maravilhoso.

E por último, outra marca de beleza que eu  conheci foi a Nátylla Hair, que é uma marca para produtos de cabelo. Que aliás tem produtos maravilhosos e também contém linhas para todos os tipos de cabelo. A Naty me deu um kit para cabelos cacheados, que é da linha Humidifier Cachos, trazendo leveza nos cachos. Logo, também vai ter resenha desse kit.



Bom, isso foi resumido do que rolou no segundo dia da Professional Fair, fiquem ligados, que logo vai ter post do último dia do evento. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Brenda Caroline - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Brenda Caroline.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo